sábado, 8 de dezembro de 2012

É PRA CHORAR DE REVOLTA




Já houve tempo em que eu ria quando via o besteirol do mundo gospel. Depois passei a esbravejar, gritar contra essa coisa insana na qual foi transformada a fé. Até fui gentilmente convidado a não dar aulas em uma instituição de ensino por “tocar em um ungido do sinhô”. Hoje simplesmente choro, fico tomado de indignação e profunda revolta com esse culto a dEUs. Me derramo num misto de temor a Deus e ira por ver o nome Santo sendo profanado por uma gente que corrompe a fé e conduz desastrosamente as multidões para longe da Escritura Sagrada.
            Vendo o vídeo acima fico irado porque o nome do Senhor é ofendido, ultrajado e barganhado de maneira tão vil e asquerosa. É estarrecedor ver pessoas se prostrando diante dos gritos de uma FALSA PROFETISA que se intitula ou foi intitulada pastora. É calamitosa a situação de uma gente que berra como bode em resposta aos gritos histéricos de uma figura no mínimo espalhafatosa. É sofrível ver tanta cegueira, tanta heresia!
            A adoração ao Deus todo poderoso, imutável, majestoso é reduzida a repetição de um mantra tenebroso, asqueroso que é repetido numa contagem tosca como se Deus precisasse de algum tempinho extra para agir.
            Pessoas vazias se agarram ao braço do ídolo da vez. Fazem dessa FALSA PROFETISA o seu “bezerro de ouro” de agora. Loucas, insanas, berram, clamam, choram pela sua unção.  São cegos sendo conduzidos para o abismo de uma fé superficial construída sob os ralos alicerces das “profetadas” e dos “revelamentos”.
            Ah! Pastor você não conhece o Espírito. Bradam os neopentecostais!
Conheço sim o Espírito Santo, busco viver sob sua direção. Ele é Deus! É o guia do povo comprado pelo sangue de Cristo, é o Consolador, é o que habita naqueles que de fato são seus templos vivos. Meus amigos, se há um “espírito” movendo esse “e-vento” não é o Espírito Santo que é Deus!  Você tem dúvidas? Leia comigo o que Paulo diz sobre como deveriam se comportar os crentes em face dos dons (nem pretendo discutir aqui a contemporaneidade dos dons, apenas citar a ordem das coisas):
            “Que fareis, pois, irmãos? Quando vos ajuntais, cada um de vós tem salmo, tem doutrina, tem revelação, tem língua, tem interpretação. Faça-se tudo para edificação. E, se alguém falar em língua desconhecida, faça-se isso por dois, ou quando muito três, e por sua vez, e haja intérprete. Mas, se não houver intérprete, esteja calado na igreja, e fale consigo mesmo, e com Deus. E falem dois ou três profetas, e os outros julguem. Mas, se a outro, que estiver assentado, for revelada alguma coisa, cale-se o primeiro. Porque todos podereis profetizar, uns depois dos outros; para que todos aprendam, e todos sejam consolados. E os espíritos dos profetas estão sujeitos aos profetas. Porque Deus não é Deus de confusão, senão de paz, como em todas as igrejas dos santos. (1Co 14.26-33)
            Ah! Pastor, o senhor não pode dizer que não vem de Deus, muitos sinais e prodígios acontecem nesses “cultos”. Dizem os tolerantes. Para eles em nome da paz é preciso simplesmente tolerar.  Respondo com as palavras de John MacArthur:
“A heresia vem montada nos lombos da tolerância”.   Acrescento ainda o dito pelo Reformador Martinho Lutero: “Qualquer ensinamento que não se enquadre nas Escrituras deve ser rejeitado mesmo que faça chover milagres todos os dias”.  Se é insuficiente para vocês aconselho a prestarem bastante atenção no que Paulo, inspirado pelo Espírito Santo escreveu em 2Co 11.14,15 ao falar sobre falsos profetas. Leiam: E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras”. 
            Não me dói o coração ao abrir a boca e dizer que são FALSOS PROFETAS, ENGANADORES, homens e mulheres anunciados anteriormente e que DEVEM SER COMBATIDOS a todo custo.  Servos que verdadeiramente amam ao Senhor Deus sentem-se indignados, revoltados contra tanta heresia e SÃO INCAPAZES DE TOLERAR ISSO.  É preciso ter coragem para abrir a boca em alto e bom som afirmando que essa mazela NÃO É nossa fé!
            Cristo não se deu na cruz para que vivêssemos essa banalização de seu nome. Ele morreu para andássemos de modo digno de seu amor! Se de fato somos d’Ele, tenhamos coragem para DEFENDER A FÉ e honrar o nome de Cristo!


                                   Pr. Caco Pereira
Indignado!






Nenhum comentário: