sábado, 11 de dezembro de 2010

JESUS AQUI? NÃO!! MELHOR NÃO!

Esses dias estávamos conversando, eu, Temístocles e Joelson. Falávamos sobre alguns planos para o ORTOPRAXIA em 2011, claro que a tônica era cristianismo prático.  Nessas idas e vindas do diálogo, o professor falou algo sobre onde Jesus estaria se tomasse forma humana hoje. De primeira isso me deu o “gancho” para um novo texto.
Como para pensar não pagamos nada, vamos “viajar” um pouco... Onde Jesus estaria no domingo pessoense?
Nem vou pedir para que vocês não se irritem comigo. Vão ficar bravos de todo jeito. Então vamos lá! Sinceramente creio que ELE não entraria nos prédios das igrejas evangélicas. Mas por que? Isso é um absurdo! Nós somos o povo de Deus! Claro que Jesus viria nos visitar!
Sério? Em qual dos cultos Ele caberia? Nos cultos do reteté? Nas vigílias de cura e libertação? Nas sessões de desemcapetamento? Nãos reuniões de oração das casas de alguma macumbeira gospel? Nos cultos ritualistas das igrejas históricas cheias de tradição e sem a menor intimidade com o Dono da História? Será que Ele entraria naquele espaço de primeira lá onde a psicologia substitui a exposição da Escritura?  Entraria nalgumas das reuniões muito santas dos nossos presbitérios? Naquelas onde se negociar o poder?
Sejamos sinceros irmãos! NÃO QUEREMOS JESUS ENTRANDO EM NOSSAS IGREJAS! Na verdade nem precisamos dEle. Já temos pastor, presbíteros, curas, libertações, prosperidade, livros de autoajuda gospel, músicas que nos conduzem a adorar o EU. Não precisamos de Jesus. Ele é tratado em nossos cultos como uma espécie de curandeiro de luxo ou um título de posse de bênçãos e acessos especiais ao Pai.
Fico imaginando, domingão... de verão... (opa, tá parecendo um certo comercial – calma antes que me queime ainda mais: NÃO BEBO CERVEJA... hauhauhau... tem um bom vinho?). Jesus sentado para participar das nossas escolas dominicais com estudos altamente empolgantes, bíblicos. Lembro-me de alguns que vi noutros tempos. Tinha uma série “fantástica” que apresentava razões para não usar tatuagens! Perfeito...Perfeito tempo perdido com tamanhas idiotices! Será que Ele estaria lá?
Conde, Cabo Branco, Tambáu, Manaíra, Couquerinho... Gente, muita gente! Ovelhas perdidas da casa do Senhor, eleitos ainda não alcançados, curtindo a obra do Deus Criador, sem saber que isso deveria lhes conduzir a adoração verdadeira. Opa... Combina muito mais pensar em Jesus por lá. BLASFÊMIA!
ESTOU ERRADO! Jesus entraria sim nos espaços da vida, nas catedrais pentecostais, tradicionais, deformadas,  os lugares onde se pregam sermões existencialistas, antropocêntricos, medíocres... Ele os ouviria e não toleraria essa iniqüidade, esses ajuntamentos de homens vazios, sem temor do Senhor! Imagino a cena, um fantástico diálogo entre Jesus e o bispos, apóstolos, mestres e pastores atuais:
NEOPENTECOSTAIS: Senhor, nós somos teus servos, te amamos, cantamos em adoração profética, levantamos as mãos, pulamos, gritamos, decretamos as bênçãos, desencapotamos pessoas, amarramos o Diabo! Ah Senhor, fizemos tanto que nem tu poderias fazer! Somos Muito bons! Cortar o laço é com “nós mesmo! Tu crê?”
PENTECOSTAIS HISTÓRICOS: Meu Deus (gritando, claro)! Aqui não entra sorveteriano, congelacional. Aqui é tudo quente!Não aceitamos essas modas de mulher de calça, homem de brinco, de tatuagem, futebol e todas essas modas do diabo! Conosco é tudo rígido! Ninguém dá um sorriso! Crente é sério!
TRADICIONAIS E DEFORMARMOS (sem o R mesmo): Ah! Senhor! mantivemos o culto na mais perfeita ordem! Aqui não tem nenhum exagero, controlamos as novidades! Somos muito criteriosos. Nosso culto é perfeito. Afinal de contas, de liturgia entendemos! Organizamos tudo sempre para nos manter controlando a tua obra, afinal de contas, não queremos esses pastores novos cheios de novidades, eles poderiam trazer muitas inovações. Isso é muito pergiso!
A AUTO-AJUDA GOSPEL: Senhor veja bem, aqui temos buscado resgatar a auto-estima das pessoas, queremos que elas sintam-se bem, liberem perdão, amem mais. Afinal de contas, a igreja tem que curar as pessoas, fazer com que elas vivam de bem com a vida. É preciso saber viver.
 - Vocês são tão sepulcros caiados e sinagogas de Satanás quanto os outros fariseus! Atam fardos tão pesados e impossíveis de carregar para meu povo, mas não são capazes de  mover um dedo para auxiliá-los. Hipócritas!
De repente algum daqueles que não cabe no nosso sofisticado padrão para eleito clama: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim! Ou seja misericordioso comigo que sou tão pecador! Quem sabe um: Jesus, lembre-se de mim quando vier no seu reino.
Nossa irmãos, sou um cara que aprendeu a controlar as lágrimas, mas confesso que choro agora só em pensar que muitos de nós provavelmente levariam Jesus para a cruz como blasfemador, herege e sabe por que? Porque Ele dedicaria tempo na Epitácio Pessoa para conversar com algumas “madalenas da vida”, ou na lagoa,  ou no Busto de Tamandaré. Jesus faria aquilo que a Igreja não leva a sério. O Senhor Deus diria que é chegado o Reino e evidenciaria o Reino.
Infelizmente estamos mais preocupados com elucubrações teológicas, em guerras conciliares, em vender a Palavra de Deus, negociando-a por gordos dízimos! Perdemos tempo demais e deixamos de viver em ADORAÇÃO! A verdadeira adoração tem cinco  marcas pelas quais a igreja deve ser medida: proclamação, testemunho, serviço, comunhão e alegria. Nós todos sabemos que infelizmente carecemos mudar muito de nossas posturas para nos encaixarmos nesses padrões.
Tenho certeza que  Deus tem preservado remanescentes fiéis. Servos verdadeiro nas casas dos quais investiria tempo. Há muitos homens e mulheres nesse país que verdadeiramente amam o Senhor e querem viver para glória dEle! Oremos para possamos andar como verdadeiros eleitos de Deus, revesitidos como novas criaturas!
Que Jesus nos “desigrejize e nos torne cristãos de fato e com atos!"

 Um abraço do Caco entristecido pelo queTEMOS  sido!

5 comentários:

Joelson Gomes disse...

Por isso não sou evangélico, não mesmo.

Isaac Marinho disse...

É triste...

... mas é tudo o que se pode pensar diante dos rumos que a comunidade evangélica tem tomado.

Que Deus tenha misericórdia de nós!

Maranata!

Julyanne disse...

Verdade viu =/ ...
Que o Senhor tenha misericórdia de nós mesmo!
PaZ'

Marcos Ramos disse...

Como disse Jimmy Swaggart [parafraseando o Senhor Jesus Cristo]: “O que entre os homens é elevado diante de Deus é abominação”,a incidência de falta de estrutura desse Cristianismo atual, para poucos, tem levado a uma maneira de ver as coisas tortuosa e tragicamente, mas quando quanto a maioria, ela o vê reta e benfasejamente. Triste época. Que o Senhor nos olhe e nos conceda sua graça para aceitarmos o que não pudermos mudar e tambem para podermos mudar o que nos for possível.

Karla Souza disse...

Muita verdade no texto. É incrível como hoje em dia muitas pessoas procuram uma igreja para frequentar ou para visitar dependendo do que se é pregado lá. Tipo: estou precisando de uma igreja de fogo então vou " naquela". Hoje estou precisando de uma terapia, de uma auto-ajuda então vou " na outra". O que está acontecendo é que muitas pessoas pregam o que os outros querem ou precisam ouvir. Quando na verdade temos que pregar o que está na Bíblia! Por isso no meio evangélico, apartir do momento que a pessoa se converte começa um trabalhar, para não falar uma lavagem cerebral, de que não pode isso, não pode aquilo, isso é pecado, isso desagrada ao coração de Deus... Mas, porque não orientar a ler a Bíblia e analisar o que está escrito? Por falta de estudarmos a Bíblia as pessoas fazem o que elas querem e o que as acham convinientes e passam a ter receio do homem, do pastor e não da mão pesada do Senhor, quando merecemos. Por isso vejo muitos crentes de cara fechada, tristes...porque se sentem reprimidos em muitas igrejas que estão engessadas no que o homem ditou como regra!
Em vez de ficar pulando de igreja em igreja buscando o que lhe convém: VÁ LER A BÍBLIA!!!!
Deus o abençoe, Ricardo!!!