domingo, 6 de junho de 2010

NOIVA PROSTITUÍDA

Você já leu os livros proféticos? Já parou um pouco e percebeu a força das palavras dos profetas do Antigo Testamento acerca do pecado do povo de Deus? Esses servos do Senhor são muito fortes em suas colocações acerca da pecaminosidade daquela nação que se postava como “santa”. Em Oséias e Ezequiel, por exemplo, o povo de Deus é tratado como uma noiva, mas também como uma prostituta das mais vis. Quero que dedique alguns minutos de sua atenção para que juntos pensemos sobre as acusações de Israel e suas semelhanças com a Igreja de Deus em nossos dias.
O profeta Oséias recebeu uma missão no mínimo cruel. Ele teria que casar com uma prostituta (embora alguns achem que prostituição refira-se a prática cúltica, entendo que com relação a mulher, fala-se de entrega do corpo sim, embora não se exclua a primeira), sendo uma espécie de representação da relação entre Ele e o povo de Israel (Oséias 1.2-11). Logo no início do texto fica evidente que Deus faria grandes acusações contra o povo de Israel.
As acusações são diretas (capítulo 2), bem como a sentença condenatória (2-4). A infidelidade de Israel é chamada de prostituição e de vergonha. E o resultado disso é um completo imediato afastamento do Senhor, pois houve quebra da aliança do casamento. Israel escolheu ir atrás dos seus amantes (nações vizinhas, seus cultos, rituais e poder) e prostituir-se com eles, deixando de lado seu Esposo. O Senhor Deus foi traído em troca das falsas promessas de benesses materiais das divindades. O verso 5 diz que Israel andava em busca de comida, água, lã, linho, azeite e bebida. Deus escolheu um povo, tratou-o com amor, zelo, cuidado, proteção, pastoreio... Essa gente que experimentara as mais variadas bênçãos do Senhor trocou tudo pelas ilusões dos pagãos. Quando faz isso, Israel deixa de reconhecer que na verdade, tudo que tem foi dado pelo Deus que estabeleceu com ela um pacto. O trigo, o vinho e o azeite que agora a nação usava para sacrificar a Baal fora dada pelo Senhor!

Olhe e medite comigo um pouco, veja se as coisas não parecem a repetição de um mesmo filme, onde mudam os atores, o tempo, mas o enredo é o mesmo. Deus é o esposo traído por uma nação cruel que o abandona em busca das “benesses” dos falsos deuses. A Igreja hoje age exatamente como Israel, trocando tudo o que lhe foi dado pelo Senhor pelas promessas materiais. Sabe meu irmão, a Igreja, a noiva de Cristo, tem sido uma grande prostituta, uma vadia qualquer, daquelas que se deita com qualquer um, por qualquer preço, aliás, assim como Israel, ela mesma paga para que os homens se deitem com ela (Ezequiel 16.32-35). Ou será que correr em busca de uma teologia de prosperidade, amando as riquezas prometidas por prostíbulos que se dizem igrejas, não é adulterar contra o Marido que tanto lhe amou?
Outro dia ouvia Paul Washer em uma de suas exposições, e ele dizia que é muito perigoso pregar a Bíblia, pois ela é a Palavra de Deus e ai de quem não a anuncia com fidelidade. Reflito então: “Quantos ditos pastores não tem sido verdadeiros cafetões, propagando mentiras, anunciando benesses, vitórias, curas... conduzindo a Igreja a deitar-se com os deuses de nosso tempo”. Ah queridos pastores, que Deus nos livre de conduzirmos a noiva como uma prostituta! Oremos para que nós não tratemos com desonra aquela que deve ser honrada como NOIVA do CORDEIRO.
Aparentemente a arrogância de Israel é tão grande que eles achavam que podiam continuar seguindo a Deus enquanto se “deitavam” com baalins. No verso 11 Deus diz que acabaria com as alegrias e as festas cúlticas, com suas festas, luas novas e sábados e com todas as festas fixas (uma clara alusão ao cativeiro que viria). Israel pensava que podia aplacar a ira de Deus contra sua prostituição através das suas festas e sacrifícios. A Igreja é exatamente assim (repete-se o filme). Pecamos, pecamos, adulteramos contra nosso Esposo e depois achamos que é só levantar as mãos, pronunciar palavras bonitas, e ele irá render-se aos nossos “encantos”. Não queridos, Ele não ouve nossas orações cheias de prostituição, não nos atende, não acolhe, ao contrário, esconde de nós o rosto (Veja Isaías 1.2.-17)!
Uma das maiores prostituições da igreja chama-se denominacionalismo (antes que um neo-fariseu se levante, deixe-me explicar: falo apenas do amor exagerado a denominação que impede que olhemos uns para os outros e nos vejamos como irmãos em cristo, mas como “inimigos”). As pessoas amam mais uma placa de igreja do que a própria IGREJA e do que o NOIVO. Mais importante que adorar ao Senhor, proclamar o seu nome, cuidar das pessoas é fazer crescer o nome da instituição. Frases do tipo: “Um estado alcançado pelos presbiterianos, batistas, assembleianos...” são tão comuns quanto bisonhas e imorais. SINCERAMENTE, DANE-SE A EXPANSÃO EM NOME DO DENOMINACIONALISMO! (quando falo isso não desprezo a necessidade de pregação fiel e confessional. Sei que há denominações sérias e louvo ao Senhor por elas) Se minha evangelização resultar na salvação de almas, o que me importa se esses novos irmãos serão batistas, congregacionais... Por que tenho que exigir que sejam presbiterianos? Acaso há na glória placas? Nem estou dizendo que uma identificação teológica confessional não seja importante, mas que a denominação não é a NOIVA.
As vezes olho para o cenário atual e tenho vontade de gritar feito um louco nas portas das “igrejas”. O peito fica a ponto de explodir com o grito de larguem seus deuses falsos, deixem de lado os cafetões que lhe anunciam denominacionalismo, prosperidade, tradicionalismo, confissão positiva, teísmo aberto, triunfalismo, existencialismo, vitória e toda essa “desgraçada prostituição” que cobre a NOIVA de vergonha. Eles apenas a “agenciam” levando-a para seus bordéis, inebriando-a com suas “bebidas”, envolvendo-as com suas músicas suaves e tornando-lhe escravas de prazeres perniciosos. E cada dia mais distante do trono a NOIVA geme e chora enquanto se deita e se prostitui. O quadro é desolador!
Mas ainda há esperança para a NOIVA! Os versos 14-23 mostram isso de forma maravilhosa. Deus promete que apesar de toda a infidelidade, tratará com seu povo, agindo carinhosamente. A promessa é do estabelecimento da paz! Paz essa que virá quando o Senhor Jesus voltar para purificar a NOIVA, torná-la completamente sem mácula. Ah queridos! Esse dia chegará, e então viveremos em paz com o Cordeiro! Ele, o Senhor Deus disse a Israel (entenda-se Israel espiritual): “Eu me casarei com você para sempre; eu me casarei com justiça e retidão, com amor e compaixão. Eu me casarei com você com fidelidade e você reconhecerá o Senhor... tratarei com amor aquela chamei não-amada” (Oséias 2.19,20,23b)

Que o Noivo nos bendiga e logo nos livre da prostituição!


Pr. Caco

21 comentários:

Adriana disse...

Vergonha!!! Deus tenha compaixão de nós que fazemos de sua noiva uma prostituta... Perdão Senhor. Glória a Deus que nos garante o perdão e nos torna limpos. Pastor excelente texto, Deus o use sempre para nos quebrar diante do NOivo... À ELE A GLÒRIA PRA TODO SEMPRE!!

Priscila disse...

Eu ia deixar um comentário só de zoação aqui... mas o "pior" é que o texto é bom e eu me obriguei a ler ele todinho... Tem compaixão de nós Paizinho... não porque merecemos, mas pq Tu és grande! Ensina-nos a Te adorar... Beijo pastor "xatu" do meu coração, que Deus continue a te usar grandemente!

Flávia Sérgio disse...

É verdade, estamos em decadência. A igreja que deveria ser o corpo de Cristo, tem sido muitas vezes chacota na boca dos ímpios, e tudo isso por nossa culpa pela falta de testemunho de um povo que se chama pelo nome do Senhor. Temos vivido nessa terra como um povo que não conhece o senhor e só tem corrido atrás das coisas desse mundo, coisas que perecem, tesouros onde a traça e a ferrugem destroí, e nos esquecemos de olha para as coisas de cima, e por isso, temos perecido inúmeras vezes. Mas glória a Deus por Jesus Cristo, que naquela cruz,derramou sobre nós o seu sangue que nos purifica de todo o pecado. Aviva tua obra Senhor, faze-a conhecida no decorrer dos tempos, e nos dá um coração de carne, que te ame e tema todos os dias aqui na terra, até chegarmos na glória em nome de Jesus!

Jailson disse...

Olá meu amigo Caco. Gostei de suas frases que relatam uma indignação diante de um contexto eclesiástico pertubado e denegrido pelas mazelas do pecado. Eu entendo que a denominação é importante, pois ela revela o entendimento das doutrinas que cada uma delas tem por valores e filosofia de vida. defender uma denominação que prega e é fiel as escrituras é salutar. Fico preoculpado quando vc diz "Dane-se a expansão denominacional" Se cremos que estamos executando e administrando aquilo que está na palavra de Deus, porque não sentir o desejo que nossa denominação vem alargar as tendas? É lógico que as igrejas que foi citadas são igrejas sérias que tambem pregam com fidelidade a palavra de Deus, elas tb devem alargar as tendas. Nossas diferenças não devem impedir o nosso crescimento denominacional, pois, ambas vão reunir o povo de Deus para comparecer diante do grande trono do Senhor. Deus te bendiga! e parabéns pelo artigo

Cybeli disse...

Bom, na verdade eu não ia comentar,eu estava um pouco confusa. Pois,enquanto eu lia o texto, não sabia se entendia "o mesmo" espiritualmente ou carnalmente, isso mexeu comigo, pois mesmo servindo a Deus há algum tempo, ainda não tinha parado pra pensar no tal "fato".Foi aí que fechei os olhos e tentei olhar mais pelo lado espiritual, daí, me coloquei no lugar da "prostituta". Nossa! que péssima sensação, pois durante alguns instantes fiquei um pouco perturbada, pois percebi que eu me encaixava certinho em seu lugar,porém logo bateu o arrependimento e comecei imaginar como deveria ser a noiva do senhor.
Nesse momento, eu convido você a viajar um pouco em meus pensamentos... Vamos imaginar que somos convidados a assistir as cenas de um casamento, ou melhor, somos chamados a presenciar os inúmeros preparativos que a noiva faz antes de seu casamento. A intenção da noiva, é se apresentar da melhor maneira possível para seu esposo.Tem um velho ditado que fala que não existem noivas feias rsrs, todas elas se esforçam o máximo e dão o melhor de si para que nesse momento (único)elas estejam lindas e maravilhosas para seu noivo(futuro esposo). Depois desses preparativos, vamos imaginar A imagem da noiva entrando no corredor central da igreja, ao som da marcha nupcial, é uma imagem muito impressionante.
Chega a ser até indescritível, todos param para presenciar aquele momento. Só aqueles que já passaram diretamente por esta experiência podem entender a profundidade do seu significado;Durante o casamento, a noiva promete ser fiel ao esposo...Bom,pra encurtar, vamos chegar a uma conclusão, percebi que é esta a imagem que Deus foi buscar, nas muitas experiências humanas, para ilustrar o mais profundo dos Seus anseios para a Sua Igreja! A expectativa divina é apresentar a Igreja diante do Seu noivo, o Senhor Jesus, como "gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem cousa semelhante, porém santa e sem defeito"Mas será que estamos assim? É assim que a Igreja terá que apresentar-se diante do Noivo Celeste. Fazer diferente, apresentar-se de outra forma, significaria traição e deslealdade para com o Noivo Divino - o Senhor Jesus - que não poupou sacrifícios para lhe fazer as maiores declarações e as maiores demonstrações possíveis de amor. Por isso meus irmãos, vamos nos preparar, não vamos ser como a prostituta que é esposa do anti-cristo, mas vamos ser a noiva pura e adornada a espera do nosso noivo fiel e salvador, para nos dar o nosso galardão nos céus.
Pr. Caco, parabéns mais uma vez, pois suas postagens são de inteira edificância, e por essa em especial, acho que esse tema foi um dos melhores ein?
Que todos fiquem na paz!

Jeane Noronha disse...

Li o texto todo. Amei, adorei! você é um sonhador como eu e tantos outros que gostariam de ver os cristãos vivendo um cristianismo autêtico. Parabéns! Posso colocar no meu blog?

Professora Jeane (Betel)

Anônimo disse...

otário diota safadao.. filho da puta....

Ministro disse...

Olá "pastor" Ricardo ou Caco como prefira (é muito idiota mesmo alguém se chama CACO). Seus textos revelam que você é apenas um moleque frustrado, mal sucedido ministerialmente falando. Simplesmente não tem condições de pastorear grandes igrejas, e por isso fica com sua inveja e ciúmes dos que tem poder e bagagem para isso.
Respeite os ungidos de Deus. Existe sim prosperidade reservada para os filhos de Deus, mas você não crer e por isso nunca toma posse da vitória. É um imbecil de marca maior.
Olha seu mulequinho mimado (deve ter sido criado pela vó), preste bastante atenção com o que você fala e escreve. Eu estou de olho em você. Se você não tem coragem de agir com fé, isso é problema seu. Aprenda que cada um crer como quer, tem sua fé de acordo com a sua interpretação bíblica, pois temos direito ao livre exame das escrituras (doutrina reformada).
assim sendo, reflita bastante antes de falar seu molequinho arrogante, soberbo, desqualificado. Respeite-me como ministro do evangelho!

Flávia sérgio disse...

Querido irmão "Ministro", na verdade estou escrevendo pra você, porque não consegui entender sua indignação. Na verdade, vivemos em um país que nos da à liberdade de expressão. Sendo assim, o Pr. Caco quis expressar tudo àquilo que todos nós estamos observando dentro da igreja (a noiva de Cristo), e muitas vezes nos omitimos por pura covardia. Explique-me, por favor, como um “ministro” que fez tanta questão de assim ser chamado, perde tão facilmente o controle, me permita “sem motivos” e não consegue se conter ao ver um outro pastor em seu próprio blog, expressar sua opinião a respeito da situação atual da Igreja? Permita-me fazer algumas observações:
1º O nome do irmão, não é problema seu. Os amigos e familiares o chamam, como bem querem.
2º Senhor “ministro”, você não tem direito nenhum de ameaçá-lo. Tenha cuidado com o que diz.
3º Como “servo do Senhor” bem sucedido como você mesmo fez questão de se apresentar, se acha que as opiniões dos outros irmãos estão erradas, deveria orar, e não ameaçar, se colocando de forma errada e irracional.
Nós (os demais) amamos a matéria, e acredito que o único equivocado aqui, é você “ministro”.
Que o Senhor te dê paz interior e te ensine a ver as coisas de forma serena, e acima de tudo, te ensine a respeitar a opinião dos outros irmãos.

Anônimo disse...

Execelente Post Pr.Ricardo caco,
continue assim, firme sem agradar a homens.
Sobre o ministro pouca ou nenhuma atenção deveria ser dada a ele, sendo ele um anonimo que não tem coragem de se identificar.
O Pr.Ricardo deveria ficar feliz pois suas palavras alcançaram o objetivo, fico feliz tb junto com vc Pr.Ricardo, suas palavras estão ferindo os hereges,ateus,invejosos etc.
São esses anonimos que prostituem a igreja.

Rev.Ronaldo Cadena

Cybeli disse...

Olá ministro, por que tanta indignação? Acho que você está assim, porque não se enquadrou na noiva do senhor e sim na prostituta.Mas não fica assim não, pois a graça de Deus não é para todos, mas sim, de quem ele se compadece e acho que ele ainda não se compadeceu de você,não é mesmo? pois vejo que você é um homem atribulado e sem sombra de dúvidas os servos de Deus não assim.
Ah!!!! só mais uma coisa (exalta o nome de Deus, porque toda honra e toda a glória seja dada somente a ele), não fica se gabando por ser "ministro", pois é uma vergonha fazer parte de uma igreja que tem um ministro como você. Coitada das ovelhas da igreja que você faz parte, não sabem elas que estão sendo guiadas por um lobo devorador.PAZ SEJA EM VÓS!!!!!

Cybeli disse...

Parabéns Pr. Caco mais uma vez, acho que cumpriu o seu propósito de ter colocado esta postagem. Que Deus continue sempre assim, te guiando.

Poliana disse...

????????????... Tô fervilhando em questionamentos. Texto instigador, parabéns!

Ministro disse...

Todo bom herege tem seus seguidores. Não seria diferente com o "Caco". Ele tem seus caquetes. Bando de imbecis seguiderores desse moleque!
Esse blog é um reduto de idiotas.

Pr. Ricardo "Caco" Pereira disse...

COMENTANDO OS COMENTÁRIOS
1) ADRIANA - Suas palavras representam a verdade e o anseio! Que Deus bendiga você!!
2) PRISCILA - Xato eu? hauhauha - Ele realmente é grande, deveríamos nos envergonhar sempre diante de tamanha grandeza e santidade;
3) FLÁVIA - Obrigado pelos relevantes comentários, pela palavra equilibrada;
4)JAILSON -Meu mano, obrigado por sua intervenção. Espero que tenha compreendido, que na verdade não suporto denominacionalismo, apenas isso...rs
5)CYBELI - Relevantes suas palavras, Deus lhe cuide!!
6) PRFª JEANE - Obrigado. Pode sim usar o material do blog! Eu fico grato porque acaba divulgando!!
7)"MINISTRO" - Obrigado pela participação, pelas posturas coerentes, educadas e acima de tudo CRISTÃS! Esteja sempre em "paz" para postar aqui. Esse espaço é para discussão de idéias! Deus lhe cuide!
8) Rev. Ronaldo - Firme, cruel e direto!! Deus lhe cuide!!
9) POLIANA - Deus lhe cuide minha amiga. Feliz por ter você postando por aqui novamente.

MINISTRO disse...

Olha só como o pastor caco é "legal". Escreve um texto ruim de se ler, não tem poder de argumentação, acaba com a imagem da igreja de Deus. Será QUE ESTAMOS EM TEMPO DE FOGO AMIGO? pastor caco, tenha paciência. Escreva algo decente, algo sobre o poder da fé, sobre a importância da comunhão ou sobre causas que nos favoreçam. Pare de querer chamar atenção para seu ego! Deixe de ser imaturo! Seja homem

Isaac Marinho disse...

Indignação é indignação.

Inveja é outra coisa.

Eu não sou "ministro" do evangelho (pelo menos não de através de títulos e posições eclesiásticas) nem apóstolo ou profeta moderno, nem ao menos tenho inveja dessas criaturas tão humanas e tão miseráveis quanto eu. Todos carecemos de Deus. Dito isto, podemos ler e compreender a indignação do querido pastor Caco, pois deste sentimento compartilham todos os que são da fé e não suportam os modismos, falsas doutrinas, as heresias e o golpes que têm sido aplicados no meio evangélico e cristão em geral.

Quem teria inveja de homens que ignoram o sacrifício de Cristo, as lições de amor e fé, e pregam um evangelho de um deus pequeno que se vê aflito diante de orações de "filhos" revoltosos, tendo que cumpri-las na íntegra, sob o risco de deixar de ser o deus deles.

Se ofende dizer que a noiva está prostituída, então podemos dizer que existe a Noiva Imaculada, oculta sob o véu da pureza, e invisível aos olhos dos homens cobiçosos que se travestem de ministros de justiça, e há uma noiva cover.

Esta última seria uma caricatura da Igreja, um grupo de pessoas cheias das paixões, dedicadas ao ego, cumpridoras daquilo que lhes agrada, seguidoras de um evangelho que lhes parece bom, propagadoras de uma fé vazia de sentido, mas cheia de ilusões.

Contra esse arremedo da Igreja, contra essa caricatura da Noiva, contra essa gangrena purulenta que se diz povo de Deus é que nós falamos aqui, todos a uma só voz.

Idiotice é acreditar que tudo anda às mil maravilhas. Estupidez é concordar com o falso evangelho que nada tem da mensagem de Cristo.

Se você quer ser rico, próspero, cheio de fama ou dinheiro, não procure Jesus. Arrume uma imagem de Ganesh ou de Lakshmi; arranje uma divindade adequada às suas aspirações e vá segui-la, mas não queira converter o evangelho de amor em evangelho de Mamon.

Entre o evangelho das benesses materiais e o da vida eterna, eu prefiro os segundo.



Paz a todos os que anseiam por Ele.

Isaac Marinho disse...

Errata:
Onde se lê: "os segundo".
Leia-se: "o segundo".

E vão me perdoando os demais erros.

Sylmara Luz disse...

O Senhor tenha misericórdia de cada um de nós, como templo e noiva dele, e como congregações nas suas várias denominações. Ainda bem q o amor dele alcança a qualquer pessoa que o quiser. E Ele a essa ama. E esta a Ele se entrega.

No amor de jesus,

Ana Chagas disse...

Parabéns pelo artigo, Pastor Caco, a igreja do Senhor precisa mesmo ser sacudida com mensagens confrontadoras como esta. Fico imaginando um dos fatos que originaram o protestantismo. Quando Martinho Lutero se revoltou e protestou contra coisas erradas existentes dentro da Igreja que deveria ser santa, mas que havia desprezado a doutrina dos Apóstolos e se contaminado com tudo quanto não presta, como a venda de indulgências e de "relíquias", a idolatria a imagens de escultura, a inserção de dogmas estabelecidos sem fundamento bíblico, mas motivados unicamente por interesses políticos de Roma; podemos verificar e lamentar o fato de que a intenção do protestantismo foi trazer a Noiva de volta à sua pureza, desde então surgimos como "protestantes; mas vemos que dentro do próprio protestantismo, principalmente nestes últimos tempos, muitos tem se desviado da verdade da Palavra de Deus, muitos tem negociado a sua Fé, passando a pregar aquilo que satisfaz ao ego do homem, e que nem de longe glorifica a Deus. Pregadores que se intitulam de "Ministros", "Bispos", etc. e tal, tem conduzido as ovelhas que vem até eles sedentas do pão do céu a uma fé materialista, que apenas se satisfaz com coisas palpáveis, que enchem seus bolsos e lhe dão destaque na sociedade (um carro, uma casa, luxo, etc.), estas ovelhas tem sido conduzidas não a correntes de águas limpas, mas de águas contaminadas pela síndrome da sanguessuga que só quer e quer e nunca se sacia, mas apenas de coisas perecíves, aqui da terra. Cada um desses pregadores que andam distorcendo a Palavra de Deus e conduzido multidões a este tipo de fé, prestarão contas diante do tribunal de Deus. Glorifico a Deus pelas igrejas sérias, que formam a Igreja invisível de Cristo; pelo remanescente que ainda está incontaminado do mundo e de todas estas coisas que já citei, estes receberão o galardão da parte do Senhor naquele lindo dia quando se encontrarão com Ele como sua noiva santa e imaculada.
Pastor Caco, continue firme nesta obra. Não dê ouvidos àqueles que não tem suportado a verdade. O irmão não disse nada que a Bíblia já não tenha falado, mas apenas nos trouxe à memória o que está lá escrito, mas que muitos teimam em não ler, porque tem preferido ficar apenas com versículos que falam de promessas e de vitória. (Não que o nosso Deus não possa nos abençoar; mas deixando claro que Ele é o Senhor Soberano e nós apenas seus servos, Ele dá a quem quer, Ele manda e de ninguém é mandado). ELE É o Senhor!!! Glória pois a Ele para sempre!

Que a Noiva de Cristo sinta-se abraçada!!!

Josinaldo disse...

Olá amigo, a muito tempo não posto aqui meus comentários, mas esse assunto é interessante, contudo quero dizer-te quenunca vi esse texto sendo revelado desta forma, hoje o vejo e graças a Deus por isso. Devemos sim melhorar nossa relação (igreja do Senhor) com o proprio Senhor. (noivo e noiva.
Amém!
Presbitero Josinaldo Ferreira.