terça-feira, 23 de junho de 2009

O VERDADEIRO AMOR

Sempre ouvimos frases do tipo: “Deus é amor”, “O amor é a marca do cristão”. Sinceramente creio que o AMOR que temos vivido como povo que se diz pertencente ao Senhor tem sido imensamente falho. Por quê? Pelos simples fato que na maioria das vezes vivemos de retórica, de teoria.
O amor exigido pelo Senhor não é um mero sentimento que nos faz dizer palavras bonitas (embora seja importante falar),
ele é muito mais que isso, é o esforço diário e verdadeiro pela glória de Deus através das relações com outras pessoas.
Ao falar sobre o que é ser filho de Deus o apóstolo João enfatiza o amor como marca fundamental da filiação que recebemos em Cristo. No terceiro capítulo de sua primeira carta ele diz: “Filhinhos, não amemos de palavra nem de boca, mas em ação e em verdade” (1Jo 3.18). Mas o que João estava querendo nos ensinar?
Parece-me que o grande objetivo do apóstolo é deixar claro que o povo de Deus ama de forma prática, preocupando-se com todos os aspectos da vida de seu irmão, desejando o seu bem e agindo com todas as suas forças, empregando os mais intensos esforços para que tal desejo seja realizado. Isso fica muito claro no verso 16 quando lemos que assim como Cristo se deu por nós, devemos estar dispostos a dedicar-nos em favor dos nossos amados irmãos.
O Senhor Jesus sempre nos chamou a viver uma religião prática e nunca a apenas assimilar um conjunto de leis.
Ele próprio em todo tempo vivenciou o amor da forma mais intensa. O Deus imutável tomou forma humana, habitou entre nós, deu-se na cruz do calvário em nosso lugar. Isso é amor!
Eu e você, como povo d´Ele, somos convocados a deixar de lado esse falso amor vivenciado em nossos dias. É preciso que larguemos o egoísmo, abandonemos as práticas hipócritas de um amor representado em um mero discurso com curtas frases do tipo: “Deus lhe abençoe” e “eu quero ser um bênção pra você”. A igreja de Cristo deve URGENTEMENTE vivenciar em VERDADE e em AÇÃO o segundo grande mandamento.
Quando houver em cada um de nós o sincero desejo pelo bem do outro, seremos movidos pelo imenso desejo de promover a glória do Senhor através da sincera busca pelo bem daqueles amados d´Ele e nossos. Transformaremos as frases em ações. O “Deus lhe abençoe” será mais amplo, pois terá o complemento ATRAVÉS DE MIM! O “eu quero ser uma bênção pra você” terá o sentido de AGORA. Quando isso acontecer seremos mais povo, mais amigos, mais irmãos... Quando o amor for menos teórico meus irmãos, estaremos andando mais perto de Deus e com toda certeza poderemos novamente cantar em verdade a antiga canção:
“Como é doce a comunhão dos remidos do Senhor! Como é doce a comunhão dos remidos em amor! Comunhão contigo, sim, da igreja, óh Senhor! Expressão da Tua graça e teu amor Como é doce a comunhão dos remidos do Senhor. Como é doce a comunhão dos remidos do Senhor. Comunhão contigo, sim, no aprisco, ó Pastor. Expressão da tua glória e teu amor.”.
Que o AMOR (1Jo 4.8) nos abençoe!

14 comentários:

Corrie disse...

Minha mae sempre diz que o amor é muito mais decisao e atitude do que sentimento - que se vc nao estiver sentindo aquele amor todo, age como se estivesse, que o sentimento segue. Nunca devemos depender apenas dos nossos sentimentos para fazer as coisas certas - assim agem os pagoes e os animais. Mas movidos por Cristo, devemos primeiro fazer o que é certo, se for o caso, para sentir-lo depois...

Rubenilton disse...

É verdade td que vc escreveu, temos que a cada dia vivenciar mais a Palavra, pois só assim podemos crescer na Graça e no conhecimento. Que Deus possa está te iluminando a cada dia para que vc possa está escrevendo novas mensagens edificantes como esta.

Kaline disse...

Amor não é apenas um sentimento... é uma decisão... amar verdadeiramente alguem é muito mais q dizer "eu te amo"... é viver isso indepemdente do que aconteça... Nós nem sempre merecemos o amor de Deus mas ele nos ama e prova isso a todo momento nos livrando do mal e cuidando de nós. Nós como seres egoistas que somos amamos apenas na alefria e na tristeza e nas provações, o amor vai pra onde?
Se pudermos sentir um pouco do amor de Cristo por nos amar nosso semelhante será mais facil e muito mais gratificante... pois você não vai mais precisar de um motivo pra amar.. afinal de contas... amor é dado de graça!!!

fique louco e pense disse...

Essa semana ouvi de alguem que tanto adimiro a seguinte frase: "George não basta apenas ir a igreja, tem que se esforçar para sair dessa" a minha resposta foi: Sim é verdade aprendo isso todas as vezes que vou!

Foi com palavras, apenas palavras que eu consegui despertar o amor dessa pessoa. porém minhas atitudes provaram o contrário, mesmo sentindo algo muito forte, vivi do sentimento esquecendo da razão. hoje somente decisões firmes e práticas podem provar alguma coisa.

ah e tem outra...as vezes achamos que atitudes "mecanicas" do tipo não faltar a nenhuma reunião seja uma verdadeira demostração de ortopraxia.

a Graça e Paz

Nádia disse...

O assunto é oportuno. As programações e atividades de nossas Igrejas tem roubado a comunhão, a proximação, o cuidado para com os irmãos. Não temos tempo para ouvir o outro com uma boa e agradável conversa.
Em algumas passagens Biblicas vemos JESUS indo a casa das pessoas, e é percebível que estas visitas tem demonstração de amor fraternal.
A vida moderna tem suas ferramentas para aproximar as pessoas como e-mail, msn, torpedo, mais nunca substitui uma visita pessoalmente. Essa é a atitude mais forte e implacável, pretigiar os irmãos em suas lutas e nas alegrias também. Pr. Ricardo esta de parabéns pelo artigo.
Nádia

Thaise disse...

é bem verdade tudo o qe escreveu.....As pessoas vivem um amor de agradar somente aos ouvidos...faam coisas que os outros querem ouvir..."Estou com voce" pra se dizer amigo de verdade....E depois não passam de palavras.... Realmente precisamos como povo de deus viver uma amor de atitude e pratica!!!! Concordo cm o comentario postado anteriormente:"devemos primeiro fazer o que é certo, se for o caso, para sentir-lo depois..." AMAR com o verdadeiro AMOR.....

Jotapê disse...

Amar eh muito mais... muito mais que simples palavras... muito mais que poucas atitudes pra mostrar " que ama"...
E o Pr está correto qdo diz que hj "o amar" está sendo muito mais palavras do que uma atitude sincera!
Amar tah sendo cada vez mais difícil!!!
Ei bixo saudade de tu mesmo!
e (sem hipocrisia) Deus continue te abençoando sempre!
Abraço!

Carolina Frîncu disse...

Reverendo, como escreveu uma vez Sérgio Pimenta:

Olha que a coisa é séria, maninho, é para vivenciar,
É pra não falar apenas certinho, sem ter vida pra mostrar.
Pois, o tempo passa logo, maninho, e essa de aproveitar
Pode parecer até bom caminho, mas, no fim amargará.
Olhe, está em tuas mãos, abrir teu coração para o que Deus falou.
Responderes, sim ou não, é tua decisão, ao seu imenso amor
Preste muita atenção, não é religião, e nem novas éticas,
Falo ao teu coração, de uma direção pra uma vida autêntica.
Falo de ser um cristão, mas, de viver pra cristo e não de fé semântica."

É isso aí! Bjão!

Fabiane disse...

Se soubesse como te Amo!!!!!

se soubesses como eu te amo
deixarias de viver sem amor
se soubesses como eu te amo
deixairias de mendigar qualquer amor
se soubesses como eu te amo,
serias mais feliz

se soubesses como eu te busco
deixarias te alcançar por minha voz
se soubesses como eu te busco
deixarias que te falasse ao coração
se soubesses como eu te busco,
escutarias mais minha voz

se soubesses como eu sonho contigo
se soubesses, pensarias mais em mim

"Senhor, concede-nos a coragem
de responder com fidelidade
a esse teu Amor que nos provoca."

Ordem de Deus: Amai-vos uns ao outros como Eu vos tenho amado!

Parabens pelo texto...linda mensagem! Que Deus continue te abençoando.

abraços!

Izalena disse...

Parabéns pelo belíssimo texto Ricardo!

Marcos disse...

Por exemplo, dizer que Deus tem o amor como atributo é dizer que ele se doa eternamente aos outros.
Essa definição interpreta o amor como uma doação de si mesmo em benefício dos outros. Esse atributo de Deus mostra que faz parte da sua natureza doar-se a fim de distribuir bênçãos ou o bem aos outros.
João nos diz que “Deus é amor” (1Jo 4.8). Temos sinais de que esse atributo de Deus já existia antes da criação entre os membros da Trindade. Jesus fala ao Pai da “glória que me conferiste, porque me amaste antes da fundação do mundo” (Jo 17.24), indicando assim que o Pai já amava e honrava o Filho desde a eternidade. E continua até hoje, pois lemos: “O Pai ama ao Filho, e todas as coisas tem confiado às suas mãos” (Jo 3.35). Neste mesmo sentido e seguindo o "espírito" do texto é que precisamos estar vivendo uma vida cheia de zelo e avidez por causa desse Amor que nos constrange. Parabéns pela reflexão.

sylmara_luz disse...

Como diria Sérgio Pimenta: "ou faz o que fala, ou se cala de uma vez". é melhor fazer e demonstrar aquilo que se sente e o que se acredita. Se depois disso alguém perguntar o porquê da ação... aí sim, tvz seja hora de ratificar com palavras aquilo que na verdade já está dito ;)

Túllio Polari disse...

Verdadeiramente temos que admitir a banalização desse tempo, no que diz respeito ao conceito do AMOR e suas aplicações...Pois, a impressão que fica, é que nós nos acomodamos e nos disponibilizamos a viver, apenas aquilo que nos interressa ou aquilo que nos favorece, e isso anula completamente o real propósito Cristão do amor. precisamos resgatar a essência, e isso só possível se nós nos aproximarmos de Deus.

Ana disse...

Quase nada a declarar depois e um texto, tao bonito e verdadeiro como esse ....é com uma frase que sempre escutei .... " FALE DE AMOR E SE FOR PRECISO ABRA A BOCA "... ame com atitudes, pois elas sim vão sempre demostrar o que realmente vc quer dizer e fazer .. palavras apenas .. podem deixar duvidas .. mas as atitudes sao gestos involutarios, automaticos, naturais, que demosntram o que realmente queremos ...

por isso .. nunca esqueca de demonstrar o que realmente sente .. e fale tambem .. e sempre bom ouvir ...

parabens CACOOO